[Resenha] O Diario de Anne Frank

Um presente de aniversario, um companheiro, esse foi o diário para Anne, que entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944 descreveu seus sentimentos, angustias, medos e amores.
Durante esse período ocorreu a Segunda Guerra Mundial, em que os judeus eram privados de muitas coisas, inclusive muitos foram mandados para campos de concentrações para "trabalhar" não sabendo o que viria à acontecer.
O pai de Anne planejou por muitos meses um esconderijo para a sua família e para os Van Pels, onde tinham uma serie de cuidados para não serem descobertos.
A escrita de Anne é de cortar o coração, temos a ideia do que pode acontecer no final, mas o duro é ver todos os planos pós-guerra dela, se tornaria jornalista, minha futura profissão!! O que comove muito também é que ao invés de reclamar, ser mal educada, ela tentava sempre ser a melhor pessoa possível, mesmo com todas as dificuldades que passava, narra a relação com o pai, mãe, e Margot, sua irmã mais velha que esta no final da adolescência, além dos quatro, também moravam la o Sr. e a Sra. Van Pels ou Van Dan (são chamados pelos dois) e Peter, filho do casal. Uma coisa que eu posso dizer é que a vida dela não foi nada fácil ao longo desses anos.

Livro imitando o diário original

Comentários

  1. Amo de paixão esse livro. É o meu preferido com toda certeza do mundo. A história de Anne me comove fácil. Sou louca por essa edição aí da capa do diário, lindo demais.♥

    Mergulhares | Blog

    ResponderExcluir
  2. Ouvi dizer muito bem desse livro -até entrou n minha lista de compras para o ano que vem haha-
    Ja li tantas resenhas dele... Preciso comprar urgentemente ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Compra sim,é bom, mas é bem pesado! Espero que goste ❤

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Desejos de setembro ❤

[Resenha] Extraordinário - R. J. Palácio

[Resenha] A Lenda de Materyalis - As Crônicas de Aliank #1